Família |
Regiani e Tiago Líbano Monteiro
Primeiro ano à frente da Pastoral da Família
<<
1/
>>
Imagem

Há 1 ano abraçámos esta nova missão: ser responsáveis pela Pastoral da Família do Patriarcado de Lisboa. “A Igreja é uma família de famílias”, dizia-nos o D. Manuel Clemente, indicando assim que a nossa missão era promover isso mesmo na Igreja de Lisboa. Mas como? Há 28 anos que temos vindo a construir a nossa família: dentro das nossas limitações, e conscientes de que todo o bem vem de Deus, temos tentado fazer com os nossos filhos o caminho da fé, da esperança e da caridade. Nas nossas bodas de prata fizemos uma oração em que agradecemos a Deus os dons recebidos (as nossas vidas, o nosso casamento, os nossos 7 filhos e a nossa família alargada e amigos) e no fim pedimos-Lhe: “Por intercessão da Mãe de Jesus e nossa Mãe, que nos mantenhas sempre unidos um ao outro através do Teu Amor, firmes na fé e na simplicidade, assíduos na oração e na partilha, grandes no perdão e na alegria, fortes na disponibilidade e no serviço”. Partimos daqui: se este é o caminho que estamos a fazer para a nossa família, queremos que seja também o caminho para esta nova missão. Para que a Igreja seja uma família de famílias.

Setembro e outubro do ano passado: no arranque tudo foi novo para nós! As pessoas e a organização do Patriarcado, a equipa e os projetos, as vigararias e as paróquias… Começámos por conhecer um a um os casais da equipa: em família não fazemos assim? Vamos a casa uns dos outros, acolhemo-nos, conversamos, conhecemo-nos. Que riqueza! Sendo todos diferentes, temos todos tanto em comum uns com os outros… e isso aproxima-nos, puxa-nos para a comunhão. Que grande verdade esta que Cristo nos une! Depois fomos conhecendo os projetos, o que correu bem, o que há para melhorar, a comunicação (esse desafio tão grande e tão importante!), o calendário de 2019-20 que já estava feito. Tomávamos consciência do montão de trabalho que ali estava e que sentíamos transbordar por todos os lados! Anos de trabalho de tanta gente empenhada, aprofundado nos seus corações e em reuniões em que o Espírito Santo se fez tão presente. Corríamos para apanhar um comboio que já ia com um bom andamento!

Conhecer as paróquias, os seus casais envolvidos na Pastoral da Família, os seus Párocos, as suas necessidades, os seus caminhos… E também os Movimentos e Obras. Outro grande desafio! Em novembro tivemos reuniões em Lisboa, Torres Vedras, Óbidos, Forte da Casa e Rio de Mouro. Mais uma vez muito enriquecedor, seja pelo conhecimento das pessoas, seja por percebermos o trabalho que se vai fazendo no terreno em prol da família, seja pelo que recolhemos de necessidades e preocupações em cada zona. Tínhamos muito mais para ouvir do que para dizer. Queríamos perceber como nos podíamos colocar ao serviço de todos os que ali estavam.

A equipa mantinha a pedalada: formações pedidas pelas Paróquias, artigos para a Voz da Verdade (como este, que agora calhou a nós!), subsídios para os dias festivos, artigos e eventos para o site e Redes Sociais. E, pela frente, dois ‘pesos pesados’: o primeiro era as Jornadas Diocesanas da Pastoral da Família, que realizámos no Turcifal a 8-fev-20, pouco antes de chegar a pandemia. Dos encontros de zonas tinha sobressaído a necessidade sentida pelas Paróquias de apoio para o acompanhamento aos casais novos. Com a equipa decidimos então focar aqui as Jornadas, com o tema “Do sonho à beleza da realidade”. Foi um excelente momento de formação e partilha. Depois vinha a festa da família, para a qual ainda trabalhámos bastante, mas que tivemos de adiar para 2021… Entretanto promovemos via WhatsApp reflexões dos nossos Bispos para todos os Domingos da Quaresma, e depois ainda um Retiro online em Família, já em plena pandemia, com o tema “Peço-te que não passes sem entrar em nossa casa”, transmitido via YouTube a 16-mai-20 e que ainda hoje se pode ver (youtube.com/patriarcadolx/videos).

E cá estamos muito entusiasmados, no arranque do novo ano pastoral! O que temos para este ano? A tónica vai ser na educação dos nossos filhos, com o tema “Família e Educação”. Era também uma das grandes preocupações que sobressaiu dos encontros com as paróquias. Sabemos nós bem, também por experiência própria, que educar os filhos hoje não é propriamente ‘pera doce’! A educação começa no berço e vai até ao fim da vida… tantos estágios, cada um deles com as suas preocupações. Somos um bom exemplo para os nossos filhos? Deixamos ou não deixamos? As birras, as discussões, os telemóveis, o deitar tarde, os grupos de amigos, o estudo, a escolha da escola, as influências, o sair à noite, o ir à missa, os namoros, a relação com os professores, o que eles aprendem na escola, a liberdade… é, sem dúvida, uma lista sem fim! E afinal, seremos nós competentes para educar os nossos filhos?

Este ano propomos um caminho para refletirmos e partilharmos em conjunto sobre os temas da Educação. Vamos começar com 4 Webinars, nas duas primeiras 5as feiras de novembro e dezembro, às 21:30, via Zoom. Inscrevam-se em familia.patriarcado-lisboa.pt ou no nosso Facebook, onde também podem ver mais informações. Depois, nesta caminhada, teremos também as Jornadas Diocesanas da Pastoral da Família a 6-fev-21 e a Festa da Família em Óbidos, já sem COVID, a 30-mai-21. Marquem já nas vossas agendas!

Mas vamos começar pelos Webinars, que estão já aí: 5 e 12-nov às 21:30 (Pais e Filhos) e 3 e 10-dez às 21:30 (Pais e Escola). Estaremos à vossa espera, por Zoom!

texto por Regiani e Tiago Líbano Monteiro
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
No livro “Que Fizeste do Teu Irmão? – Um Olhar de Fé sobre a pobreza do mundo” de...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
No primeiro dia de novembro, a Igreja universal celebra todos os santos. Muitos dos bem-aventurados,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES