Lisboa |
Solenidade da Dedicação da Sé
“Que no coração subsista o autêntico louvor divino e o serviço dos irmãos”
<<
1/
>>
Imagem

O Cardeal-Patriarca de Lisboa elencou o que considera que devem ser as prioridades dos cristãos. Na Solenidade da Dedicação da Sé, D. Manuel Clemente pediu ainda autenticidade de “palavras e obras”.

“Os sentimentos de Cristo hão de repassar os nossos e as suas causas também. E igualmente os outros, se autênticos formos, de palavras e obras inteiramente evangélicas. Não há outro plano para tão grande construção”, salientou o Cardeal-Patriarca, na celebração na Sé de Lisboa, no passado dia 25 de outubro, elencando depois como a Igreja quer “estar”. “Salvaguardar e apoiar a vida humana da conceção à morte natural, privilegiar a atenção a todas as periferias sociais e existenciais, respeitar cada um e a criação inteira, ter bem presentes e ativas todas as urgências para que o Papa Francisco insistentemente nos reclama: Assim mesmo estamos e queremos estar, como o próprio Cristo naquele dia em Jerusalém, purificando o templo do nosso próprio coração, para que nele apenas subsista o autêntico louvor divino e o serviço dos irmãos”, referiu. Neste sentido, para D. Manuel Clemente, na Sé Patriarcal deve ser pregado o louvor a Deus e o serviço aos outros. “Louvar a Deus, servindo os outros: Isso mesmo terá pregado neste local”, apontou. “É este o modo único de nos dedicarmos como templo de Deus no mundo. Assim mesmo nos reerguemos com Cristo e nos alargamos com todos”, concluiu.

fotos por Afonso Sousa
A OPINIÃO DE
P. Manuel Barbosa, scj
Durante quatro dias antes do Carnaval, costuma realizar-se anualmente em Fátima a Semana de Estudos...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Nestes tempos em que o início da Quaresma coincide com um estranho confinamento, explicado por uma pandemia...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES