Uma semana com... um padre |
Cónego José Traquina: Um padre com muita sorte
<<
1/
>>
Imagem
Foi porventura o padre mais velho a partilhar a sua semana no blogue “Uma semana com… um padre”. O cónego Traquina, pároco de Benfica, respondendo a um anónimo, deixa a certeza: “posso afirmar com verdade e sem ironia que me considero um padre com muita sorte”.

O blogue “Uma semana com… um padre” desafiou o cónego José Traquina, de 56 anos, a colaborar nesta iniciativa de partilha diária. A resposta foi desde logo positiva. No ano em que celebra 25 anos de presbitério, este sacerdote mostrou por que se considera “um padre com muita sorte”.

Sábado, dia 6 de Fevereiro, foi preparado o acolhimento aos cristãos divorciados, a que se seguiu uma passagem pelo gabinete de administração, “onde já está preparado o cheque para o Patriarcado com o Ofertório para o Haiti, um total de 7.731,26€”. Depois houve ainda tempo de passar pela Igreja de Nossa Senhora das Descobertas, situada no Centro Comercial Colombo. “Às 17.30H já lá estava o Padre Fernando Guerra, para atendimento e depois presidir à Eucaristia às 18.30H. É conversador muito agradável e cheio de sabedoria. Lá lhe entreguei as “Proclamas” que ele tinha de fazer na Eucaristia. Trata-se da admissão do paroquiano João Ferreira como candidato ao Diaconado Permanente”.

Domingo é o Dia do Senhor, e o cónego Traquina partilhava “as orações da tarde/noite procurando reter alguns pontos da mensagem da Palavra de Deus deste V Domingo do Tempo Comum”. Saiba mais em http://umasemanacom.blogspot.com.

Segunda-feira foi dia de ir aos Serviços Técnicos da Câmara Municipal de Lisboa, no Campo Grande. “O que está em causa é o pedido de viabilidade por nós apresentado de construção de um novo andar no nosso edifício do Jardim Infantil do nosso Centro Social Paroquial”. Este foi também o dia de aprimorar o visual. “Todos os meses acontece e neste mês aconteceu hoje: cortar o cabelo. Tive um tempinho e a Barbearia é mesmo aqui em frente da Igreja. O homem que me corta o cabelo é o Senhor Mário, o organista da missa no Centro Colombo, e por aqui já podeis imaginar o tema das nossas conversações enquanto ele foi dando as tesouradas no pouco cabelo que ainda tenho”. No final do dia, o cónego Traquina dirigiu-se para o Areeiro (Évora de Alcobaça). “Terça-feira é o meu dia de repouso semanal e como esta semana é possível, o que nem sempre consigo, amanhã passarei o dia como depois contarei”. Leia em http://umasemanacom.blogspot.com. Quarta-feira, pela manhã, preside à Eucaristia e recorda palavras do Santo Cura d’Ars: “Como faz bem a um padre oferecer-se em sacrifício a Deus todas as manhãs”. Quinta-feira, dia 11 de Fevereiro, era Dia Mundial do Doente. “Imaginando-me junto ao rio Gave, voltado para a Gruta das Aparições, no Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, rezo os Louvores da manhã em comunhão com toda a Igreja”.

E a semana chegava ao final com palavras a propósito de um comentário anónimo deixado no blogue. “Quero também aproveitar a sugestão do comentário anónimo que me considerava um padre cheio de sorte, por pensar que tenho uma vida fácil, para deixar um brevíssimo testemunho. Farei no próximo dia 30 de Junho, 25 anos de ordenação sacerdotal. Não por razões de facilidade de vida e não apenas nestes dois anos como prior de Benfica, mas por tudo o que aconteceu ao longo dos vinte e cinco anos, suplicando sempre a graça, a misericórdia e o perdão do Senhor e apesar das limitações pessoais e das frustrações que acontecem na vida pastoral, posso afirmar com verdade e sem ironia que me considero um padre com muita sorte”.

 

 

Comentários e opiniões

“P. José Traquina que o seu Blogue, por sinal muito completo, sirva para alertar todos os que nos "vícios" do mundo, pecam e perdem-se, possam reencontrar-se na humildade e encontrar o Senhor, que fez de si pescador de homens.”

Luis Lopes, da Benedita

 

“Li emocionada o seu artigo no blog. Gosto muito de sentir o pulsar da Igreja, através do testemunho dos sacerdotes.”

Salomé (Gaeiras)

 

“É com enorme gosto que aqui na paróquia de onde é natural, se segue com entusiasmo a sua partilha neste blog.”

Andreia Tomás Silva (Carris)

 

“Graças a Deus que continuam a haver Homens sem medo de se entregar ao serviço dos irmãos. É bom ler o testemunho do Padre Traquina Maria. Faz-me recordar os tempos das actividades de jovens aqui pelo Oeste de onde somos naturais.”

Romão Capinha (Gaeiras)

 

“Fico contente por ver que o senhor cónego Traquina está bem e que tem tempo para descansar e ir a sua terra natal. Graças a Deus que ainda há bons padres como o senhor cónego, com quem tive a graça de conviver durante um ano. Um amigo que já mais será esquecido pelas paróquias por que passou e deixou muitas saudades. Espero eu e todos os seus antigos paroquianos voltar a vê-lo em breve. Um bem-haja por esta iniciativa de dar a conhecer um pouco da vida dos nossos sacerdotes.”

Marco. Azambujeira. Roliça

 

 

Todas as partilhas do cónego José Traquina

http://umasemanacom.blogspot.com/search/label/Cón.%20Traquina

Diogo Paiva Brandão
A OPINIÃO DE
Padre Fernando Sampaio
Nenhum pecador pode permanecer na presença de Deus. O Profeta Isaías, depois da visão de Deus, sentiu-se...
ver [+]

Maria José Vilaça
Vivemos estes últimos meses marcados por várias notícias que merecem alguma reflexão. Desde as eleições...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES