Lisboa |
Cardeal-Patriarca de Lisboa escreveu aos consagrados
“Contamos sempre e ainda mais agora com a vossa oração”
<<
1/
>>
Imagem

O Cardeal-Patriarca dirigiu “palavras de companhia, estímulo e muita gratidão” aos consagrados presentes no Patriarcado de Lisboa, “pelo que sois e fazeis”, e assegurou que os religiosos e religiosas estão “presentes na [sua] oração”. “Especialmente nestes dias, vos torno a dizer que podeis contar sempre com este vosso irmão”, salienta a mensagem de D. Manuel Clemente, por ocasião da Semana do Consagrado (26 de janeiro a 2 de fevereiro).

A carta aos consagrados deixa “palavras de companhia”, sobretudo agora, quando a pandemia “vos tem tocado de perto, nas vossas comunidades e a muitos pessoalmente”. “Quero estar inteiramente convosco, na oração e no mais que for preciso. Contai com a Diocese, como esta conta convosco. Aliás, vários Institutos foram criados para cuidar dos mais frágeis ou enfermos e estão agora na frente da batalha sanitária. Assim vos reconheço e sigo a vossa ação prestimosa, neste campo como no da educação e outros serviços que realizais, adaptando os modos de fazer às presentes circunstâncias”, destaca o Cardeal-Patriarca, apontando depois a “palavras de estímulo”. “Também aos Institutos contemplativos, que se mantêm espiritualmente vigilantes e oram pelos sofrimentos e anseios que a pandemia acresce. Assim mesmo se unem a Cristo, que na oração garantia tudo o mais que fazia para o bem de todos. Contamos sempre e ainda mais agora com a vossa oração”, manifesta o texto.

 

Reconhecimento

A mensagem de D. Manuel Clemente termina com “palavras de muita gratidão” pela missão destes religiosos no Patriarcado. “Nos vários carismas que originam os vossos Institutos, o Espírito dá à Igreja de Cristo o que ela mais requer, para glória de Deus e serviço da humanidade. Cada Diocese é, assim mesmo, uma porção do Povo de Deus que, em torno do seu bispo, conta com todos os carismas reconhecidos para a sua vida e missão. Eu e os colegas bispos que comigo trabalham no Patriarcado de Lisboa, com o clero secular aqui incardinado, reconhecemos e agradecemos o vosso indispensável contributo, concretizado nas muitas instituições, iniciativas e paróquias que tão generosamente servis”, garante a carta.


* foto da Semana do Consagrado em 2014, na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, em Lisboa

texto por Diogo Paiva Brandão
A OPINIÃO DE
Pe. Alexandre Palma
Vivendo numa época pródiga em tantos progressos tecnológicos, talvez nos surpreenda verificar que a...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Grande clamor e indignação suscitou a proposta (entretanto retirada) da Comissão Europeia de aconselhar/proibir...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES