Juventude |
Missão País 2021
Porque temes? Sou Eu!
<<
1/
>>
Imagem

“Tranquilizai-vos! Sou Eu! Não temais!” – é o próprio Jesus quem nos fala. Mas como é possível não temer quando tudo à nossa volta é incerto?

À semelhança dos discípulos, fomos surpreendidos pelas ondas e pelo vento contrário. Quando já estávamos a várias centenas de metros da terra, a poucos meses da Missão País 2021, fomos surpreendidos. Inicialmente assustamo-nos com o fantasma, mas logo depois confiamos n’Aquele que nos tranquilizou.

O Papa Francisco diz-nos que a fé oferece a segurança de uma Presença, a presença de Jesus, que nos impele a superar os temporais existenciais, a certeza de uma mão que nos segura a fim de nos ajudar a enfrentar as dificuldades. Quando tudo indicava que teríamos de cancelar a Missão País 2021, Jesus estendeu-nos a mão e segurou-nos, indicou-nos o caminho quando tudo estava escuro.

Há 18 anos que a Missão País transforma vidas. Todos os anos, mais de 3500 universitários anseiam pela pausa letiva entre os semestres, para partirem em missão. Durante uma semana somos chamados a dar testemunho do Evangelho. Somos enviados, como os discípulos, a levar e a ser Jesus para os outros, onde quer que eles estejam. Seja nas creches, nas escolas, nos lares, no porta-a-porta ou no teatro, somos convidados a partilhar Jesus. Partimos com o entusiamo de dar tudo aquilo que somos e acabamos por receber em triplicado. A Missão País transforma vidas, a vida daqueles que partem em missão e a vida daqueles que acolhem os missionários.

Foi com o mesmo entusiamo de sempre que começamos a preparar a Missão País 2021. Sabíamos que o desafio era grande. A incerteza era maior que a certeza, mas havia vontade. Num ano marcado pela solidão, angústia, sofrimento e dor, queríamos levar esperança àqueles que mais precisavam dela. Queríamos partilhar Jesus. Mas como o poderíamos fazer se nos diziam para permanecer afastados? Como poderíamos partilhar Jesus se não podíamos tocar e abraçar os outros?

A resposta mais fácil teria sido desistir, mas não o fizemos. Perante a tempestade de incertezas que enfrentávamos, Jesus deu-nos a resposta através do Evangelho escolhido para a Missão País 2021.  Jesus caminha sobre as águas e tranquiliza-nos. É Ele! Porque tememos?

Foi então que percebemos que este ano a nossa missão seria diferente. Éramos chamados, à semelhança da Santa Teresinha do Menino Jesus, a missionar sem sair da nossa localidade. Num ano em que nos era pedido para ficarmos em casa, era aí que iríamos servir. Claro que todos nós gostaríamos de ter partido em missão. As próprias localidades já estavam a contar com a nossa presença. Contudo, acredito que Deus não nos dá aquilo que queremos, dá-nos aquilo que precisamos. A Madre Teresa de Calcutá dizia: “É fácil amar os que estão longe, mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado”. A Missão País 2021 veio mostrar-nos que está nas nossas mãos mudar esta premissa. Precisávamos de perceber isto. Deus deu-nos aquilo que precisávamos. O amor começa em casa! A missão começa em casa!

Neste sentido, muitas foram as missões que se uniram e viveram, mesmo à distância, o propósito da missão. Durante uma semana, e apesar das aulas que já decorriam, vivemos juntos a missão. Todas as manhãs era enviada uma pequena oração para os missionários, para que o dia começasse da melhor forma. Por volta do meio-dia, rezávamos juntos a oração do Angelus. Ao final da tarde, muitos eram aqueles que se uniam para assistir à celebração eucarística. E para terminar o dia, juntávamo-nos para rezar uma pequena reflexão e a oração do terço. Houve tempo ainda para ouvir alguns testemunhos de fé, para estar online com o grupo de jovens da localidade que nos iria receber, para momentos de partilha e claro, para a brincadeira.

Viver a missão a partir de casa foi um autêntico desafio. Quem diria que poderíamos missionar e partilhar Jesus através de um computador! Estávamos fisicamente afastados, mas permanecemos juntos pela oração. Fomos Jesus uns para os outros, mesmo estando em pequenos quadradinhos. Apesar da azáfama e confusão do dia-a-dia, conseguimos encontrar momentos de paz e de encontro com Aquele nos ama. As coisas extraordinárias acontecem quando nos deixamos surpreender e, mais uma vez, Jesus surpreendeu-nos.

A Missão País 2021 foi diferente de todas as missões que já vivemos, mas pode ter sido das mais especiais. Afinal, aprendemos que podemos ser missionários na nossa própria casa. Percebemos que somos chamados a ser missionários no nosso próprio dia-a-dia, a levar e a ser Jesus para aqueles que nos são mais próximos.

Nós, jovens, somos o agora de Deus. Ele convida-nos a ser, sem medo, testemunhas vivas do seu amor e misericórdia, independentemente do lugar ou situação em que nos encontremos. Jesus quer que nós embarquemos em direção à outra margem. Então porque tememos? É Ele! Sempre foi!

 

texto por Mafalda Martinho

 

______________


DIA 23… em Março

Está quase aí o próximo Dia 23, e continuamos a caminhar até Jerusalém. Desta vez, e inspirados por este tempo quaresmal, convidámos a Pastoral Universitária/ Núcleos de Estudantes Católicos para nos ajudarem a rezar melhor este tempo, e, para isso, a preparem um dos mais belos modos de se meditar sobre a Paixão de Jesus: uma Via Sacra.

Não fiques de fora, e junta-te a nós neste momento de oração. Poderás acompanhar este encontro nos locais habituais (Facebook do Serviço ou Facebook e YouTube do Patriarcado de Lisboa), às 21h15.

Cada vez mais próximos de 2023. Apressadamente, como Nossa Senhora.

A OPINIÃO DE
P. Duarte da Cunha
Talvez não sejam os temas mais urgentes, mas são, certamente, emblemáticos, para explicar a necessidade...
ver [+]

Isilda Pegado
1. Está já anunciado na Comunicação Social que deram entrada no Parlamento dois projectos de Lei para ampliar os prazos para a prática do Aborto.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES