Lisboa |
Bênção das Grávidas
A vida da fé é fonte da verdadeira alegria
<<
1/
>>
Imagem

“A vida nova de Deus insiste em romper o círculo vicioso da morte, para mostrar, hoje como há dois mil anos, que apenas a vida da fé é fonte da verdadeira alegria e da esperança que não desilude”, afirmou no passado Sábado, 15 de Dezembro, o Bispo Auxiliar de Lisboa, D. Nuno Brás, na celebração de bênção das grávidas.

 

A celebração que decorreu na Igreja do Sacramento, em Lisboa, foi o culminar da “Via da Alegria”, uma caminhada que partiu da Praça do Comércio até ao Chiado.

Dirigindo-se às grávidas presentes na celebração, D. Nuno Brás frisou que os 

filhos começaram por nascer da carne e do sangue” mas, refere: “a vossa liberdade, moldada pela graça divina, à semelhança da Virgem Maria, tornou-se espaço para que uma realidade nova possa neles ter lugar por vontade de Deus”.

Mostrando-se preocupado com o envelhecimento do país D. Nuno Brás recordou que a vida nova de Deus insiste em romper o círculo vicioso da morte. “No meio de um país velho e de uma sociedade velha – não apenas assim porque nos dizem as estatísticas, como, sobretudo, porque disso nos falam os valores e o seu modo de vida. Eis que em cada uma de vós a vida nova de Deus insiste em romper o círculo vicioso da morte, para mostrar hoje, como há dois mil anos, que apenas a vida da fé é fonte da verdadeira alegria. Como dizia o Santo Padre: «nas mãos de um amor que se experimenta cada vez maior, porque tem a sua origem em Deus». De modo a que os vossos filhos possam também nele crescer, agora, e para o resto da sua vida”, afirmou.

A “Bênção das Grávidas” foi organizada pelo “Presépio na Cidade” - uma iniciativa de um grupo de leigos católicos do Patriarcado de Lisboa para preparar o Natal. 

texto por Nuno Rosário Fernandes; foto por Presépio na Cidade
Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
António Bagão Félix
Na semana passada li uma entrevista com um candidato a deputado (cabeça-de-lista) pelo circulo eleitoral do Porto.
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
Com “missão nas férias” não quero propor programas de férias missionárias, nem dizer que a missão está de férias.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES