Lisboa |
Mensagem para a Semana Nacional Cáritas
“Só o amor transforma”
<<
1/
>>
Imagem

A Igreja portuguesa lembrou, por ocasião da Semana Nacional Cáritas (28 de fevereiro a 7 de março), que “só o amor transforma”, e deixou um agradecimento aos agentes de pastoral social.

“Celebramos os 65 anos da Cáritas em Portugal: o amor que transforma. Transforma os corações e transforma a realidade em que vivemos. Só o amor transforma. A missão da Cáritas – o amor que transforma – é despertar para esta solidariedade no concreto, comprometidos que estamos na transformação do mundo em que vivemos para que seja, cada vez mais, uma terra de irmãos. Para que juntos vivamos verdadeiramente numa só família humana”, deseja a mensagem do presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana, D. José Traquina.

Intitulada ‘65 anos Cáritas: o amor que transforma’, a Mensagem para a Semana Nacional Cáritas deixa diversos agradecimentos. “Neste ano tão ‘especial’ gostaria de partilhar convosco o meu coração agradecido. Ao longo deste ano temos conversado – muitas vezes por meios telemáticos – acerca de sofrimentos, de medos, de aflições. Ouvimos muitos lamentos. Encontrámos pessoas desanimadas. Muitos de nós ou dos nossos familiares e amigos ficaram doentes. Alguns morreram. Tempos difíceis, estes… Mas damo-nos conta também de que estes foram tempos de solidariedade na dor, de um grande empenho no reinventar a proximidade e o cuidado com os mais frágeis. E é por isso que agradeço a Deus os diversos dons que têm frutificado no coração e nos gestos de tantas pessoas das nossas comunidades que se têm mantido atentas aos pobres e aos doentes para os socorrerem nas suas necessidades”, escreveu o prelado, que é também Bispo de Santarém.

D. José Traquina deixa, ainda, um agradecimento “a todos os que constituem os Grupos de ação sociocaritativa ou as Cáritas Paroquiais”, mas também aos que “trabalham nas Cáritas Diocesanas e na Cáritas Portuguesa”.

Informações da Semana Nacional Cáritas: www.caritaslisboa.pt

texto por Diogo Paiva Brandão
A OPINIÃO DE
P. Manuel Barbosa, scj
1. Estamos em plena fase diocesana do processo sinodal, que vai até ao verão de 2022. Importa recordar...
ver [+]

António Bagão Félix
Há uns dias, deparei com um belo texto do sacerdote e teólogo italiano Ermes Ronchi. A certa altura,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES